top of page

É uma ocorrência causada pela ingestão excessiva ou rápida de ar, alimento ou água, a qual provoca a dilatação do estômago e a sua consequente rotação, que causa estrangulamento do piloro, do duodeno e de veias, impedindo a circulação sanguínea, causando sofrimento atroz e levando à morte em poucas horas (ou até em menos de uma hora).

É comum em raças grandes e, embora possa haver predisposição familiar (peito profundo, lassidão dos ligamentos do estômago, carácter excitável, nervoso, ou medroso, sofreguidão por comida), factores ambientais podem espoletar uma dilatação e uma torsão gástricas.

bloat video frame.png

O que é a torção gástrica?

Thera gestante_edited.jpg

Quais os sintomas?

Se o seu Serra 

  • se mostra visivelmente indisposto e inquieto

  • apresenta o abdómen dilatado e duro, especialmente do lado esquerdo

  • tenta vomitar sem conseguir

  • tem respiração ofegante e salivação intensa

leve-o imediatamente ao veterinário, que terá de lhe esvaziar o estômago por intubação ou cirurgicamente.

Como se pode evitá-la?

 

Como prevenção, o seu cão deve:

  • tomar pelo menos duas refeições por dia

  • ingerir uma dieta de boa qualidade, cujo primeiro ingrediente não sejam cereais

  • não correr antes nem após as refeições

  • comer de dispensadores de comida que tornem a refeição mais demorada

  • ter sempre água à disposição

Se o seu cão tem historial familiar de torção do estômago, se tem digestões lentas ou se já teve uma dilatação gástrica, poderá ser aconselhável submetê-lo a uma cirurgia para fixação do estômago (gastropexia), pelo que deverá falar com o seu veterinário sobre essa possibilidade.

363014813_769591691578956_8998013759981354602_n.jpg
bottom of page